Jan 14, 2010

O poder um Roll Call

Olás!
Roll call?? Muitos perguntariam o que seria isso... no dicionário você encontraria algo como:
Roll call is the calling of the names of people from a list (roll) to determine the presence or absence of the listed people.(also know as a register in countries such as the UK) The term applies to the calling itself, to the time moment of this procedure, and to a military signal that announces it (e.g. by a drum).
Traduzindo para o bom e velho pt-br seria uma "chamada". Entretanto, em vários grupos (esporte, associações, grupos culturais) essa "chamada" pode ser seguida de alguma "apresentação" ou uma dança ou um "grito de guerra". Mas por que diabos ele está falando de "roll call"? (diria o leitor)

Porque em 2005 entrei em contato com uma associação de universitários chamada AIESEC. Nas conferências era comum que cada escritório ou país (no caso de conferências internacionais) tivesse o seu próprio roll call. Para aqueles mais curiosos basta fazer uma busca no Youtube e terão uma vasta lista de filminhos dessas danças e se tiverem sorte poderão me encontrar em algum deles.

Mas.. esse post é dedicado ao "poder de um roll call". Já vi várias pessoas bem seniors em empresas do tipo vp-global-de-grandes-companhias nas conferências participando dessas danças. Um roll call cria instantaneamente uma sensação de grupo. Imagine pessoas de mais de 100 países dançando juntas! Você esquece o país... a cultura, divergências sociais ou ideológicas e os problemas linguísticos e percebe que todos não passam de seres humanos. Isso é possível e eu já vivi isso mais de 1 vez.

Contudo, o exemplo aqui nem é da AIESEC, nem de um dos videos que eu fiz parte ou gravei. É do uso do poder de um roll call pela TAP no aeroporto de Lisboa para desejar de uma maneira bem particular feliz natal e um excelente 2010. (valeu Kiki - AIESEC na PUC que me enviou o video).

1 comentários:

Fabiana said...

Olá, tudo bem?
meu nome é Fabiana, faço parte da AIESEC da USP, e nunca vi uma explicação sobre o roll call tão simples mas ao mesmo tempo tão rica.
Valeu!