Jun 28, 2008

Primeiras impressões da Nova Rodoviária

Finalmente "testei" a nova rodoviária. Ontem, em plena sexta-feira, horário de pico, na missão de me dirigir a São Paulo. O primeiro desafio era sair de Barão Geraldo (distrito de Campinas) e chegar na nova rodoviária. Pode parecer estranho, mas eu gostei do sentimento de estar perdido na própria cidade; de não saber o que estava por vir em algo tão banal: ir até São Paulo através das linhas convencionais (Cometa ou Cristália).

Tive que pegar a linha 3.32 que dá um tremendo role dentro da UNICAMP, gastando aí mais de uma hora dentro do ônibus urbano. Ao descer no ponto a primeira mudança positiva: várias faixas de pedestre, cameras de segurança e guardas de transito. Por outro lado, o transito em volta da rodoviária continua caótico.
Na chegada recebi um informativo impresso muitíssimo interessante. Descontado a propaganda da prefeitura o folheto traz diversas informações úteis acerca do novo terminal como principais vias no entorno, como chegar de carro, de ônibus ou a pé, mudanças nas linhas de ônibus urbano entre outras.

No novo terminal o acesso é realizado através rampas, escadas rolantes e elevadores, melhorando muito a acessibilidade. No primeiro piso uma série de placas indicativas com "bilheterias", ou "embarque" estão a postos. Há também algumas pessoas para auxiliar os usuários. Passado o encantamento do novo, o primeiro pequeno problema foi encontrar o guichê de passagem para São Paulo. Na rodoviária antiga havia um guichê específico da Cometa e da Cristália para compra de passagem para lá. Nesse, pelo menos por enquanto, não há. E pior, em nenhum guichê (exceto viação Lira que faz o trajeto passando por Valinhos e Vinhedo) indicava São Paulo.

Aí fui testar um dos funcionários que estava por ali para ajudar: "Por favor, onde fica o guichê para São Paulo?" eu disse... e a pessoa que deveria ajudar: "Ah pergunta ali nas bilheterias, você já perguntou?" Não entendi muito porque que ela estava ali, já que havia muitas placas apontavam as bilheterias . Só se era para ajudar quem não sabe ler.

Acabei fazendo o que eu não gosto muito, interromper um guichê para fazer perguntas. Questionei onde ficava o guichê para compra de passagens para a terra da garoa e fui informado que poderia ser qualquer um (creio que tinha uns 10 guiches só da cometa, todos com fila específica um a um). Nessa parte perdi 30 minutos até ter enfim o bilhete da passagem, uma vez que o tempo de compra de passagem para São Paulo é bem diferente daqueles que comprar para outras cidades os quais muitas vezes ficam escolhendo horário, poltrona, etc. Entrei em contato com a Cometa via site e fui informado pela atendente "Nara Lucia" que não há informação sobre o guichê, nem mesmo sobre colocar letreiros escrito "São Paulo" na nova rodoviária. Que beleza...
Agora sobre a nova rodoviária em si, bastante espaço, várias cadeiras estilo metálicas para sentar e.. muita coisa ainda por ser construída nas questões de alimentação e lazer. Várias lojas estão sendo montadas como a do Bobs, Montana, e Spolleto.

No embarque, alguns passageiros passam por um procedimento diferente. Creio que é aplicado somente para os ônibus interestaduais, pois eu não precisei passar por ali. É uma falha de segurança grave caso seja algum tipo de detector de metais, uma vez que eu poderia comprar uma passagem da cometa de 18 pila, só para ganhar o direito de embarcar com meu trabuco em qualquer outra linha. Talvez seja apenas algo para pesar a bagagem. Da próxima vez, pergunto o que é.

No balanço acredito que a mudança é positiva. Apesar dos transtornos o que é até esperado em uma alteração desse tipo. O novo terminal é bem melhor do que o antigo, principalmente após a inauguração de todas as lojas.

Alguns números:

23000m2 referentes ao novo terminal
3000m2 de área comercial
100000 pessoas por dia
40 plataformas de embarque e desembarque
300 vagas de estacionamento (pago) disponíveis
94 vagas para taxi
40 cameras de monitoramento


Para dúvidas sobre o novo terminal recomendo esse documento da EMDEC com respostas de perguntas frequentes.

1 comentários:

Ricardo Blattes said...

Cara.. tava mais do que na hora de Campinas ter uma rodoviária decente!
Agora a pergunta que não quer calar: O que será feito no prédio da antiga rodoviária?
Vale uma enquete!
Lá em Santa Maria, após mais de 10 anos da mudança, no prédio da antiga rodoviária já funcionaram bingo, restaurante, igreja evangélica, boate e mais recentemente um supermercado!
Abração